Estrutura Metálica na Construção
Notícias

Estrutura Metálica na Construção

por Metal Concept | em 29/01/2013 |  Comentários

Sistema construtivo reduz em até 35% o tempo da obra em comparação a imóveis de alvenaria.
Sistema construtivo difundido nos Estados Unidos e Japão, o steel frame – uso do aço em estruturas – começa a ser aplicado em terras brasileiras. A Usiminas desenvolveu o Usiframe, depois de dois anos de pesquisa, e conta com parceiros que vão desde as empresas que fazem os perfis de aço a construtoras que podem tomar mais conhecido o material para a construção civil.

A empresa busca a industrialização total no canteiro de obras com paredes pré-moldadas – dry wall, placas de gesso cartonado usadas para fechar ambientes – que se difundiram no País nos últimos anos. Há também a vantagem da obra limpa que já se dispensa a argamassa e há controle de desperdício de materiais.

Uma obra com Usiframe é 35% mais rápida do que a construção tradicional de alvenaria. O aço é galvanizado, uma proteção contra a ação do meio ambiente e do tempo. Segundo o coordenador técnico do projeto do Usiframe, Guilherme Jardim, a empresa aposta que o material comece a ganhar mercado neste ano entre o público de média e alta renda. Com o tempo pode-se atingir as construções de unidades mais simples. “Acho que em 2004 este tipo de construção pode ganhar mercado.”

Para tornar o Usiframe conhecido dos parceiros, a Usiminas construiu na sede da empresa, em Belo Horizonte, uma casa de dois andares e 85m2 de área útil – uma espécie de laboratório construtivo. Com a tecnologia do Usiframe já se pode construir até quatro pavimentos no Brasil, em outros países já se constroem sete andares.

Os perfis de aço (que se parecem com vigas) são montados num sistema de encaixe com parafusos que têm na ponta pequenas brocas e são aplicados com furadeiras especiais. Há ferramentas com imãs nas pontas voltadas para este tipo de construção.

Custos - Segundo a engenheira civil da Construtora Seqüência, Fanny Mayumi Maeda Rodrigues, o custo do sistema Usiframe é compatível com as construções de alvenaria. O preço total da obra depende dos acabamentos e varia de acordo com os pedidos do cliente. O Usiframe recebe com dry wall que tem espaço entre as placas onde são colocadas as tubulações. O acabamento externo pode ser feito com madeira resinada e o revestimento fica à escolha do consumidor.

Para Fanny, o consumidor já começa a conhecer e aceitar o uso do Usiframe, as estruturas metálicas. ”Daqui alguns anos vai se tornar um tendência de construção.” Ela explica que o revestimento ideal para parede de madeira resinada é o siding – perfil de PVC que é impermeável e dispensa o uso de argamassa.

A Construtora Seqüência está utilizando o Usiframe na construção de casas de alto padrão no Condomínio Jardim das Paineiras, na Granja Viana. São imóveis com quatro suítes, com 220m2 de área construída e preço comercial a partir de R$ 360 mil.

Fanny explica que este sistema construtivo é indicado para qualquer obra e se adapta a qualquer situação. ”No caso do litoral, o aço recebe proteção especial contra a maresia, o que teria de ser feito com outro material.”

Segundo Jardim, da Usiminas, o objetivo é que o sistema construtivo Usiframe seja conhecido e aceito pelo consumidor. As estruturas de aço podem ser usadas em qualquer tipo de construção, seja ele residencial, ou comercial. Neste ano de lançamento a tendência é que o Usiframe seja utilizado em construções de médio e alto padrão, para depois se tornar mais acessível às construções populares.

A Usiminas também lançou no mercado brasileiro o sistema construtivo Usiteto – estrutura de aço para construções populares – que foi utilizado na construção de duas mil unidades do Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), em São Paulo. Jardim explica que o Usiteto foi desenvolvido em 1998, testado em escala real e passou a ser aplicado em 2000.

Fonte:

CBCA / O Estado de São Paulo
Publicação: 29/02/2004

Categories: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*