Construtoras inovam e apostam na força e praticidade do aço
Notícias

Construtoras inovam e apostam na força e praticidade do aço

por Metal Concept | em 31/08/2012 |  Comentários

As construtoras investem em métodos diferenciados nas obras, como o aço, para atender a grande demanda por habitação. São projetos para construção de casas lineares e até de prédios pelo sistema, que é mais rápido e econômico. No Rio é possível encontrá-los em Volta Redonda, em um condomínio para o segmento econômico em parceria com a prefeitura.

Em agosto, na Construmetal 2012, em São Paulo, serão apresentadas mais novidades sobre uso do aço na construção civil. A Caixa Econômica Federal já aceita este método construtivo e os interessados em unidade contam com financiamento habitacional. Segundo a diretora do Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA), Catia Mac Cord, o material pode ser usado em qualquer tipo de imóvel, do mais simples ao mais elaborado.

“O sistema construtivo em estrutura metálica é mais rápido e com menor impacto do que a construção tradicional. Seus componentes saem da fábrica para a obra onde a montagem é feita. Em função da maior velocidade de execução, haverá ganho adicional pela ocupação antecipada do imóvel”, diz Catia.

As construtoras que adotam o método também são beneficiadas, pois o retorno do capital investido é mais rápido. De acordo com Catia, a redução do tempo de obra é de até 40% quando comparada aos processos convencionais, já que a fabricação da estrutura é feita em paralelo às fundações, permitindo trabalhar em diversas frentes de serviços simultaneamente.

A diminuição de formas e escoramentos e o fato de a montagem da estrutura ser menos afetada pela ocorrência de chuvas são outros fatores que contribuem para esta redução. O aço também é 100% reciclável.

Método é mais uma alternativa

É importante observar que o aço chegou não para substituir os materiais tradicionais, mas para oferecer ao setor mais opção na hora de construir. A afirmação é do arquiteto da Usiminas e especialista em construção em aço, Roberto Inaba.

“Ao profissional competente, arquiteto ou engenheiro, cabe conhecer todos os materiais e tecnologias disponíveis para utilizá-los da forma mais adequada e aproveitando suas melhores características. Vivemos momento importante na construção que começa a dar passos significativos rumo à modernidade, à industrialização, à diminuição drástica de desperdícios e à racionalização e enobrecimento da mão de obra”, explica.

Ele ressalta que no segmento de habitações populares há número expressivo de empreendimentos construídos em aço. A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), já fez 203 edifícios com estrutura de aço, o que corresponde a aproximadamente 4.500 apartamentos. “Temos obras no Pará e Santa Catarina, tudo financiado pela Caixa Econômica Federal e dentro do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’”, diz Inaba.

Prédio em Caxias terá estrutura de metal

A construtora Arte a Metro pretende usar a estrutura metálica (pilares e vigas) no Residencial Assuero, em Duque de Caxias.

“Analisamos sistemas de fechamentos industrializados, como de paredes em concreto, com a utilização de formas metálicas”, diz Elaine Condor, diretora da empresa.

O Assuero está com obras em ritmo acelerado e a previsão de entrega é para abril de 2013. Ao todo são 128 unidades de dois quartos com varanda, além de área de lazer.

“Há apenas nove apartamentos à venda com preços a partir de R$ 100 mil cada e financiamento pela Caixa”, lembra. Além disso, a Arte a Metro, em parceira com a Usiminas, construirá 260 unidades na Região Serrana. Segundo o arquiteto da Usiminas, Roberto Inaba, em Cachoeiro do Itapemirim (ES), a Premax está erguendo empreendimento com 496 moradias para quem recebe até R$ 1.600, pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’.

Fonte:

CBCA / O Dia Online
Publicação: 02/08/2012

Categories: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*